11 de outubro de 2017

Teste: Honda PCX 150 é uma scooter que esbanja tecnologia

O Portal Online Moto.com.br, realizou um teste na nova Honda PCX 150 e declarou que:

Honda deu uma boa cartada no segmento de scooters no mercado brasileiro com o lançamento da PCX 150, uma moto moderna e que se destaca por uma tecnologia
que desliga o motor em paradas rápidas e o religa automaticamente quando acionado o acelerador. O equipamento é conhecido em carros como dispositivo idling
start-stop, mas a honda é a pioneira Motos com essa tecnologia no Brasil.

À primeira vista, o PCX 150 se diferencia dos outros modelos de scooters pelo seu design que remete mais agressividade e modernidade em relação aos demais modelos
que fazem parte desse segmento de veículo com características mais urbanas. O protuberante conjunto óptico, a farta carenagem e plásticos compõem o visual externo.
O painel de instrumentos oferece uma boa leitura das informações com velocímetro no centro e display digital para marcador de combustível, hodômetro, indicadores de
setas, luz espia da injeção eletrônica e aviso do sistema Idling. O assento inteiriço conta divisor da lombar para a posição do piloto e garupa.

Ao dar a partida no PCX 150 a impressão que se tem é ter ligado um scooter elétrico, pois o motor tem um funcionamento bastante silencioso. A arrancada inicial e as
acelerações surpreendem, inclusive em aclives, com força surpreende. Dificilmente você fica para trás nas saídas de semáforos em relação a outras motos nessa faixa de
cilindrada. O nível de conforto é bom, mas ao passar em obstáculos urbanos como valetas, lombadas e buracos, tão constantes em grandes cidades como São Paulo e
outras capitais, o acerto da suspensão não consegue fazer milagres e alguns trancos e solavancos são transferidos do scooter para a castigada e sofrida coluna do piloto
e do garupa. Lembre-se que desvios inteligentes são sempre bem vindos nessas situações.

O sistema Idling Star-Stop, que desliga e liga o motor, também se mostrou um recurso interessante para a economia de combustível. A cada parada de semáforo ou maior
do que três segundos, o sistema desliga o motor e o liga automaticamente ao se acionar normalmente o acelerador. Um processo praticamente imperceptível para o
motociclista e que a Honda diz que pode ajudar a economizar até 5,5% de combustível. Um cuidado importante é que ao parar no meio de um cruzamento, uma situação
delicada, o piloto pode optar por desligar o Idling momentamente por um botão no punho direito. Se o Idling é um recurso para economizar combustível, o PCX 150 ainda tem o reforço do ESP (Enhanced Smart Power) que atua no sentido de baixar a rotação do motor (alongando as relações de marcha) ao identificar uma velocidade constante no scooter. Mais um dispositivo curioso e que certamente deve ter contribuído para uma média de consumo de 40 km por litro durante nosso teste, cumprindo com louvor esse quesito.

Outro aspecto curioso do PCX 150 é o botão de acionamento da buzina, que fica acima do seletor das setas de direção, e por isso pode causar um pouco de confusão
ao fazer esses procedimentos. Enfim, nada que não se resolva com pouco de tempo para se familiarizar com a posição dos dispositivos. E para quem não abre mão de
porta objetos o scooter da Honda oferece 25 litros de espaço sob o assento, suficiente para guardar um capacete fechado e um pequeno compartimento no lado
esquerdo da coluna do guidão.

A Honda parece que tem grandes planos para o PCX 150 no Brasil já que a expectativa de vendas é de 10 mil unidades até o final de 2013. Para quem imagina que o
scooter menor Lead 110 está com os dias contados a marca japonesa diz que os planos são manter os dois modelos em linha, pois diz que são produtos distintos e
direcionados para públicos diferentes. O resumo da ópera é que o PCX 150 é o scooter moderno e pode ser mais uma opção interessante para quem deseja ingressar no
mundo das duas rodas.

FONTE: http://www.moto.com.br/capa.html

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>